fbpx

Nesse artigo vamos mostrar como diagnosticar os problemas nos freios ABS, que acabam impedindo o travamento das rodas durante sua frenagem.

Os freios ABS atualmente são obrigatórios no Brasil. Por conta dessa obrigatoriedade cerca de 13 milhões de veículos são equipados com essa tecnologia.

Levando em consideração tal cenário, teve um aumento significativo na demanda de manutenção para esse sistema, exigindo atenção dos mecânicos.

Os freios ABS permitem que o condutor mantenha o carro sob controle em qualquer topo de piso.

E mesmo quando o sistema apresenta algum problema, os freios continuam funcionando, mas sem o recurso antitravamento.

Porém, é muito importante fazer a identificação com antecedencia de qualquer tipo de problema nessa peça.

Vamos ver alguns sinais:

Trepidações ao Frear

Quando você aciona o freio, o pedal está tremendo?

Isso pode acontecer por causa do empenamento do disco, que nunca deve ser maior do que 0,1 mm.

Quando acontece desse limite extrapolar , o sistema acaba sendo prejudicado. Quando os empenos são maiores do que 0,04 mm podem causar algumas alterações no veículo.

Conte com um relógio comparador calibrado e sua base metálica para fazer uma avaliação. Na montagem, o equipamento deve ficar perpendicular com a superfície do disco ou cubo.

Barulhos na Frenagem

Os freios ABS quando estão em excelentes condições de funcionamento, provocam apenas ruídos tradicionais de destravamento da roda em freadas mais agressivas.

No entanto, barulhos ao acionar os freios, são sinais de alerta.

Este som pode estar acontecendo pelo desgaste das pastilhas. Se esse for o caso, você irá identificar o desgaste por um ruído metálico característico do contato direto entre a pastilha desgastada e os discos de freio. Sendo assim, é só trocar os componentes.

Mas, atenção! Os carro que possuem freios ABS exigem dois cuidados nas trocas das pastilhas.

Primeiramente você precisará abrir os sangradores das pinças antes de recolher os êmbolos. Em alguns modelos, também é necessário usar um scanner para retornar os fusos internos.

Defeito nos sensores

Com o objetivo de identificar em tempo real e atuar de forma precisa e segura, os freios ABS precisam das informações certas de seus sensores.

Como são instalados próximos as rodas, verificam a velocidade e a possibilidade de travamento.

Se os sensores não passarem a informação correta, todo o sistema é comprometido.

Alguns dos problemas que acabam reduzindo a vida útil dessas peças são as trepidações e sujeiras em excesso.

Se caso você perceber que o problema está na segunda opção, faça uma limpeza com muito cuidado nos componentes.

Problemas Eletroeletrônicos

É bem comum aparecer problemas nos contatos já que os freios ABS são alimentados pelo sistema elétrico do carro , cabos ou interferências magnéticas.

Por esse motivo, dê preferência por começar fazendo uma inspeção visual bem detalhada.

Se por acaso não for encontrado o defeito, utilize o scanner, que consegue indicar o ponto exato da falha.